ÁGAR NUTRIENTE COM AZUL DE TRIPAN PARA ESPOROS BACTERIANOS AERÓBIOS)

ÁGAR NUTRIENTE COM AZUL DE TRIPAN PARA ESPOROS BACTERIANOS AERÓBIOS)

Postado por: Êxodo Cientifica - 2 meses

ÁGUA POTABILIDADE

PORTARIA GM/MS N°888, DE 4 DE MAIO DE 2021

PESQUISA DE ENDOSPOROS BACTERIANOS EM AMOSTRAS DE ÁGUA

Recentemente foi lançada a portaria PORTARIA GM/MS N°888, DE 4 DE MAIO DE 2021 alterando o Anexo XX da Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de setembro de 2017.

Dentre os parâmetros que foram incluídos nesta nova Portaria a deve-se realizar o monitoramento semanal de esporos de bactérias aeróbias a fim de avaliar a eficiência de remoção da Estação de Tratamento de Água (ETA). Sendo que, esta análise deve ser feita na água bruta da entrada e no efluente individual de cada unidade de filtração saída da ETE.

Esta análise deve ser realizada semanalmente.

Os endosporos são estruturas dormentes e ambientalmente resistentes formada por certos gêneros de bactérias. A maioria dos microrganismos aeróbios formadores de esporos são organismos saprofíticos inofensivos encontrado no solo e na água.

As células vegetativas dos microrganismos aeróbios formadores de esporos eporulam em resposta de condições adversas do ambiente externo.

A bactéria pode persistir na forma de endósporo (estruturas, cuja função é proporcionar resistência e garantir a sobrevivência do organismo em ambiente inadequado por um período prolongado).

Em condições favoráveis, como por exemplo um ambiente que proporciona o fornecimento de nutrientes disponíveis, os endosporos retornam à sua forma vegetativa. Este processo é chamado de germinação.

Diferente do estado vegetativo, os endósporos resistem às adversidades ambientais, como calor, dessecação, desinfecção e irradiação.

 

Os endosporos aeróbicos que ocorrem na água são pesquisados a fim de avaliar a eficiência de remoção da Estação de Tratamento de água (ETA).

 

A análise de endosporos aeróbicos pode ser usada para avaliar um variedade de processos de tratamento de água, incluindo remoção física processos (por exemplo, coagulação, clarificação) e desinfecção.

A maioria das fontes de águas superficiais (exceto alguns lagos e reservatórios) contêm níveis suficientes de endosporos que são avaliados para determinar a eficiências de remoção destes.

Os endosporos são microrganismos indicadores da eficiência da ETA devido suas estruturas resistentes que precisam de uma condição mais “agressiva” para ser eliminado.

Os endosporos também são usados para determinar a eficácia de processos tais como a adição de halogênio, ozônio e inativação por luz ultravioleta.

O procedimento também foi usado para avaliar a eficácia da infiltração das margens do rio. Além disso, a presença de endosporos podem ser usados para determinar a integridade física de sistemas de distribuição de água potável que podem ter sido comprometidos por meio de quebras de tubulação ou procedimentos de manutenção.

Outra grande importância da pesquisa de endosporos bacterianos servem como parâmetro para o início e acompanhamento dos monitoramentos de Cryptosporidium e Giargia.

ENDOSPOROS BACTERIANOS

O Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater (23ª Edição) descreve a metodologia pela técnica de Membrana Filtrante (9218 B) para a detecção e contagem de Endosporos Bacterianos.

O MEIO DE CULTURA EMPREGADO PARA ESTA FINALIDADE É O ÁGAR NUTRIENTE COM AZUL DE TRIPAN (CÓDIGO M2051)

https://himedialabs.com/TD/M2051.pdf

 

A composição e desempenho deste meio segue o descrito no Standard Methods.

A amostra antes de ser analisada deve ser tratada sob aquecimento para que ocorra a eliminação das formas vegetativas presentes. Desta forma ficará remanescente somente as formas esporuladas.

A amostra é filtrada em membrana filtrante 0,45µm e a membrana é submetida no meio de cultura.

Incubar por 35°C ±0,5 por 24 h ± 2.

Algumas colônias requerem incubação adicional de 5-7 dias para a formação de endosporos.

A presença do Azul de Tripan (tripano)  neste meio garante uma coloração de fundo na membrana.

Considerar qualquer colônia presente na membrana que seja catalase positiva como sendo bactéria aeróbia formadora de esporo.

Produtos À PRONTA ENTREGA!!!!

Entre em contato conosco:

contato@exodocientifica.com.br

 

WhatsApp Comercial
Enviar